Mimar não é educar  

            No processo de educação de uma criança, os pais frequentemente se deparam com situações, que muitas vezes, não sabem qual a melhor forma de proceder e acabam confundindo educar com mimar.

            É importante que os pais saibam diferenciar o momento certo de dar atenção, amor e carinho e também à hora adequada para impor sua presença, dar autonomia e educar com postura os seus filhos. Vale lembrar que mimar não é educar, pois às vezes, seu filho não precisa de um doce para não chorar mais e sim de um diálogo para pode expor seus sentimentos.

            Dessa forma, os pais devem encontrar a melhor maneira de educar seus filhos sem ultrapassar os limites entre o que é educar e mimar a criança sem necessidade, ressaltando que não é privar de dar amor, mas sim de ensinar eles a crescerem e se tornarem independentes.

Quais orientações os pais devem ter para educar seus filhos sem mimar

 

            Quando a criança está em seu período de desenvolvimento, em que começa a descobrir o mundo, é importante que os pais tenham algumas orientações para educar as crianças, no que diz respeito à disciplina e crescimento saudável.

            Para isso, é importante que os pais saibam de algumas dicas valiosas para reconhecerem que mimar não é educar, que a criança precisa muito mais do que isso. Confira abaixo essas dicas:

  • Saber educar: é preciso que os pais se esforcem bastante para educar seus filhos, pois essa é uma das tarefas mais árduas. Para isso é preciso tempo, paciência e amor, o que em determinadas situações pode parecer difícil e fazer perder a calma, mas os pais devem lembrar que eles são os maiores exemplos para seus filhos.
  • Ensinar o que é bom: os pais são os maiores reflexos para seus filhos, por isso, se a criança grita, bate, fala palavrão e mente, é preciso que cada pai e mãe se perguntem qual a influência deles nessa postura, se é necessário à mudança das suas ações, mudando a forma de agir e falar.
  • Amar, mas corrigir: ter uma postura mais rígida com seu filho, no sentido de ensiná-lo a tratar bem as pessoas, ser gentil, não utilizar de violência para conseguir o que quer e outros gestos de educação, não quer dizer que você não deve amá-lo. Demonstrar amor aos filhos é extremamente importante para que ele se sinta confortável e tenha autocontrole de suas ações.
  • Tolerar e mimar: para que uma criança tenha uma boa conduta é preciso começar a corrigir seus erros desde cedo, e não tolerar e mimar como alguns pensam. O equilíbrio entre o que ele fez por querer ou não é preciso, mas, sobretudo mostrar o melhor caminho para ele se tornar um adulto ético e responsável pelos seus próprios atos.
  • Limites: é preciso e muito haver regras e limites no dia a dia da criança, como horário pra dormir, para brincar, tempo para fazer as tarefas e momento para brincar. Isso irá fazer com que ela aprenda a ter bons princípios e cresça de uma forma mais saudável.
  • Boas ou más: impor regras e ensinar seu filho a agir corretamente, muitas vezes pode fazer você ser um pai ou mãe “chatos” ou “legais”. Mas o mais importante é que essas orientações serão essenciais para quando ele se tornar um adulto e reconhecer todo esforço para a sua educação.

            Com essas dicas os pais podem aprender a diferença de que mimar não é educar e, que mais do que qualquer coisa, que os filhos precisam de uma educação sólida para se tornarem adultos responsáveis um dia.

Compartilhe:

Postagens Relacionadas

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado. Required fields are marked *

Comentar *

Nome *

Email *

Website *